MINISTÉRIO DA CIDADANIA SUSPENDE ATUALIZAÇÃO DO CADASTRO DE BENEFICIÁRIOS DO BOLSA FAMÍLIA

 

O Governo Federal publicou, por meio de portaria, a suspensão das atualizações cadastrais de famílias beneficiárias do Bolsa Família, enquanto o auxílio emergencial (R$600,00) estiver sendo pago no decorrer da pandemia. Também está proibida a aplicação de “ações de administração de benefícios”, como o bloqueio ou suspensão do pagamento.

A mudança foi publicada no Diário Oficial da União, por meio do Ministério da Cidadania nessa segunda-feira (18).

O auxílio emergencial será pago por três meses em razão da crise econômica causada pelo COVID-19. Tem direito ao benefício trabalhadores informais, MEIs, desempregados e contribuintes individuais do INSS, maiores de idade e que cumpram requisitos de renda média.

 

De acordo com o Ministério, a ação visa evitar o aglomerado de pessoas, ou seja, evitar com que integrantes das famílias beneficiárias do Bolsa Família e os servidores se exponham ao coronavírus.

Além disso, o Governo ressalta que a operação do Cadastro Único e Bolsa Família estão prejudicadas em detrimento da situação atual do país, como a suspensão de aulas, fechamento dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e postos de cadastramento.

Portanto, quem recebe o Bolsa Família e já está devidamente cadastrado na Assistência Social do município, não precisa se preocupar em atualizar os dados, enquanto esta portaria estiver vigente.

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com
Aumentar Fonte
Contraste